Monthly Archives: setembro 2017

Trabalho em agroecologia do Insikiran é apresentado no X Congresso Brasileiro de Agroecologia

Entre os dias 12 e 15 de setembro, a cidade de Brasília sediou o X Congresso Brasileiro de Agroecologia, concomitante ao VI Congresso Latino-americano de Agroecologia e ao V Seminário de Agroecologia do Distrito Federal e Entorno.

O Congresso Latino-americano de Agroecologia é organizado a cada dois anos pela Sociedade Científica Latina Americana de Agroecologia (SOCLA). Estes congressos explicitam o estado da arte da agroecologia tanto na América Latina como Ibero-América. SOCLA reúne acadêmicos, técnicos, estudantes e agricultores organizados, proporcionando o diálogo e gerando acordos que se difundem através da Carta Agroecológica ao final de cada evento. O Congresso Brasileiro de Agroecologia (CBA) é o maior evento de agroecologia em número de participantes e trabalhos técnico-científicos. É promovido pela Associação Brasileira de Agroecologia (ABA). Reúne todos os setores da sociedade brasileira que atuam e desenvolvem a agroecologia no país como pesquisadores acadêmicos e populares; extensionistas; gestores de políticas públicas das três esferas; agricultores familiares, povos e comunidades tradicionais e suas organizações; movimentos sociais, ONGs, redes e fóruns de agroecologia, entre outros. Promove uma ampla discussão, com troca de experiências, apresentação de trabalhos científicos e encaminhamentos que contribuem para os direcionamentos estratégicos destes setores.

O evento contou com ampla programação envolvendo palestras, oficinas, feira de produtos agroecológicos, feira de troca de sementes, exposição de filmes e muito mais. Essa edição contou com aproximadamente 5.000 pessoas de todas as regiões do Brasil e também de muitos outros países. O Instituto Insikiran foi representado por dois professores da área de Agroecologia que apresentaram o trabalho: “O desenho do agroecossistema com uso do Google Earth como ferramenta de ensino no Instituto Insikiran de Formação Superior Indígena – Universidade Federal de Roraima, Brasil”.

Roda de conversa após apresentação de trabalho no congresso